Make your own free website on Tripod.com
 
 

A voltagem limite de um capacitor deve ser respeitada, a fim de que não haja uma perfuração no dielétrico, causando o estrago do componente. Outro fator a ser observado é a polaridade dos terminais, que não devem ser invertidos no caso dos eletrolíticos. Símbolo geral dos capacitores: duas placas com seus correspondentes terminais.

Utilização dos capacitores => O capacitor é um componente fundamental dos circuitos eletrônicos e as suas aplicações bastante numerosas. Além da acumulação de energia, podemos citar também a separação da corrente contínua da alternada e a realização de circuitos de retardo (temporizadores).

Carga e descarga => No circuito que mostrado na figura, um capacitor carrega-se através de uma resistência: a carga é realizada de forma gradual. No princípio, a tensão sobre o capacitor é zero, pois nos extremos da resistência se localiza toda tensão da bateria: passa uma certa corrente ( segundo a lei de Ohm, V/R). À medida que o capacitor se vai carregando, a tensão nos seus extremos aumenta: diminuindo assim a tensão nos extremos da resistência e a corrente de carga. Desta forma, a tensão no capacitor sobe cada vez mais devagar. Teoricamente o tempo de carga completa é infinito.
Fechando o interruptor, o capacitor começa a carregar-se. No princípio é rápido mas a seguir é cada vez mais lento.

Constante de tempo => Multiplicando o valor da resistência pelo valor do capacitor, obtém-se um tempo em segundos. Por exemplo, para R = 10 KΩ e C = 200 μF:

T = R x C = 10.000 x 0,0002 = 2 segundos

Esta constante RC, ou constante de tempo, indica o tempo necessário para carregar o capacitor com 63% da tensão aplicada. Desta forma é possível construir circuitos temporizadores de características previsíveis com uma determinada precisão.

<< VOLTAR  
   

 
 
Copyright © aprendendoeletronica.tripod.com.br 2004. Todos os direitos reservados.